Parque Estadual da Pedra Branca: invasões estão com os dias contados


Considerado a maior floresta urbana do mundo, com 12.500 hectares de vegetação típica da Mata Atlântica, o Parque Estadual da Pedra Branca, cujo território passa por 27 bairros, tem muitos problemas. Entre eles, a precariedade dos acessos, o número insuficiente de funcionários e o avanço das construções irregulares em seus limites, o que motivou a direção do local a solicitar ao governo do estado a realização de um plano de manejo, que começa este mês e vai até dezembro.

— A partir dessa ação, poderemos mapear todas as ocupações irregulares do parque, além de fazer um estudo sobre a quantidade ideal de funcionários e a situação das trilhas — diz Alexandre Pedroso, administrador do Parque Estadual da Pedra Branca.

No cargo desde 2009, ele acredita que a quantidade de invasões na área do parque aumentou nos últimos dez anos, embora não haja um número oficial para comprovar a tese. Pedroso garante que as famílias retiradas do local serão indenizadas.

— Nas proximidades da Estrada do Pau da Fome, em Jacarepaguá, temos cerca de duas mil pessoas morando em área do parque. Na Estrada do Camorim, também há imóveis em situação irregular.

Artigos Relacionados:

Comentar:


Código de segurança
Atualizar

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

Login

Login Cadastro

Login para sua conta

Sem conta? Campos marcados com um asterisco (*) são obrigatórios.

Por favor, informe um Nome de Usuário válido. Sem espaços, com pelo menos 2 caracteres e contendo apenas letras e números.
Por favor, informe um Senha válido. Sem espaços, com pelo menos 4 caracteres e contendo apenas letras e números.
Senhas não conferem.
Por favor, informe um endereço de e-mail válido.
E-mails não conferem. ?>


Quem está Online

Nós temos 144 visitantes online

Estatísticas

Visualizações : 18045719
English Chinese (Simplified) Dutch French German Italian Japanese Russian Spanish